Administrativas Destaques — 04 de agosto de 2014

A qualificação profissional, além de valorizar o trabalhador, é uma aliada contra o desemprego. Cerca de quinze mil funcionários de postos de combustíveis do município do Rio de Janeiro estão recebendo curso de capacitação contra acidentes e segurança no local de trabalho. As aulas ministradas pelo Instituto Brasileiro de Saúde Ocupacional SLS e supervisionadas pelo SINPOSPETRO-RJ, têm por objetivo cumprir as novas adequações da NR 20.

Até janeiro de 2016, quando expira o prazo dado pelo Ministério do trabalho e Emprego para implantação da NR 20, todos funcionários e prestadores de serviço dos postos de combustíveis terão que ter concluído o curso. A norma regulamentadora determina que todos os funcionários sejam inscritos no curso de qualificação no ato da contratação. A regra vale também para os trabalhadores, que já fizeram o curso, mas mudaram de emprego.

As alterações feitas na NR 20, que trata sobre segurança e a saúde no trabalho com inflamáveis e combustíveis, é uma grande conquista do SINPOSPETRO-RJ, que conseguiu incluir as mudanças na Norma Regulamentadora. Há sete anos, o sindicato desenvolve o trabalho de pesquisa do benzeno nos postos do município do Rio.  O benzeno é um produto tóxico contido na gasolina que pode causar danos à saúde do trabalhador.

Além do curso teórico, os trabalhadores participam de aulas práticas , no Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiro, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.  O presidente do SINPOSPETRO-RJ, Eusébio Pinto Neto, alerta que o curso deve ser feito na hora do trabalho. Os trabalhadores também não poderão participar das aulas nos dias de folga.

Segundo o presidente do Instituto Brasileiro de Saúde Ocupacional SLS, Derval Oliveira, os postos de combustíveis também terão que se adequar as novas regras. As empresas poderão ser punidas se não apresentarem as documentações exigidas pela NR 20 como:  Termo de Segurança do Trabalho, Perfil Profissiográfico Previdenciário (garante ao frentista aposentadoria aos 25 anos de contribuição ao INSS), Licenciamento Ambiental, Cumprimento da Legislação do Corpo de Bombeiros e Responsabilidade Solidária.

Para Eusébio Neto a NR 20 garante dignidade e respeito para o trabalhador do posto, já que empresas terão que investir mais recursos na mão de obra qualificando seus funcionários.  Ele diz que a qualificação profissional acaba com a rotatividade e para o aumento do piso da categoria. “ O trabalhador treinado tem mais valor no mercado de trabalho ”

Fonte:http://www.sinpospetro-rj.org.br

Compartilhe

Sobre o Autor

bel

(0) Comentários

Comentários fechados.